Ir para conteúdo

Blog

A transformação da rotina hospitalar com o Viva e Deixe Viver

19 de Abril de 2017 • Fundação Itaú Social • 4 Comentários

Com páginas recheadas de sonhos e diversão, os voluntários do Viva e Deixe Viver contam histórias para crianças e adolescentes em hospitais de vários estados brasileiros.

O projeto visa contribuir para a humanização do serviço de saúde fazendo com que a rotina das crianças dentro dos hospitais não perca a magia do universo infantil.

Para avaliar o desempenho das ações, pais, voluntários e residentes foram peças fundamentais para coletar informações sobre as crianças atendidas. A fim de estruturar um modelo comparativo, foram considerados dados de pacientes com a mesma faixa-etária, porém que não participavam do projeto. Neste processo de avaliação, o contato, realizado no Hospital Menino Jesus, não foi feito diretamente com as crianças e dois pontos foram analisados: humor e dor.

Entre os resultados, identificou-se um impacto de 30,13 pontos percentuais de diferença entre os pais das crianças atendidas e não-atendidas ao analisar o nível de baixo estresse. Isto significa que o projeto contribui para gerar um menor estresse nos responsáveis. Constatou-se também que a contação de histórias contribuiu para reduzir o número de crianças que adquiriram medo do hospital após a internação.

A avaliação também identificou que, independentemente das ações do projeto, a contação de histórias recebe o apoio dos pais por acreditarem que essas ações podem ajudar no bem estar e recuperação das crianças. Ainda, os pais percebem que o hábito de contar histórias ajuda na aproximação e no relacionamento entre pais e filhos.

Saiba mais sobre o projeto e sua metodologia.

Veja também

A construção de grupo de controle para avaliação econômica de projetos sociais: desafios, vantagens e desvantagens
15 Perguntas que podem desafiar gestores na Avaliação de Projetos Sociais
Avaliação relaciona o desempenho escolar e os salários no Brasil

Deixe um comentário


Comentários (4)

Nome Sobrenome Angela Harthmann18 de Outubro de 2019

Olá. Trabalho na Unidade Pediátrica de um grande Hospital de Porto Alegre/RS. Temos interesse m saber mais informações sobre este projeto. Temos inclusive um projeto de pesquisa sobre os efeitos da brinquedoteca hospitalar com as crianças internadas. Seria possível uma parceria?

Nome Sobrenome Roberta Lorena Vidal de Oliveira Garbis 20 de Fevereiro de 2019

A transformação da rotina hospitalar com o Viva e Deixe Viver, queria saber muito do projeto e tem como aplicar em outra cidade ? Como devo fazer ? Muito obrigada !!!

Nome Sobrenome Geysa Monteiro Costa 22 de Novembro de 2017

Amei o projeto! Tenho muito interesse em participar!!! COMO posso fazer?

Nome Sobrenome Susana de Andrade Schelbli 15 de Maio de 2017

Estou admirada com o projeto. Quero participar trabalhando nele. Como posso fazer?

Deixe um comentário